Ozonoterapia

O que é?

A Ozonoterapia é uma técnica eficaz no reforço do sistema imunitário, que utiliza o ozono clínico como agente terapêutico, num grande número de patologias (aceda aqui à Declaração de Madrid sobre Ozonoterapia).

O ozono (O3) clinico consiste sobretudo numa molécula composta por três átomos de oxigénio (O). Este por sua vez forma-se por uma reação térmica induzida na molécula de oxigénio (O2). É uma molécula rica em energia que melhora o processo de oxigenação. Assim, revela-se eficaz no tratamento de inúmeras patologias.

 

Propriedades do Ozono

Analgésicas – Ao colocar o gás no local da dor vai neutralizar os mediadores de sensações dolorosas.

Anti-inflamatórias – O ozono tem um efeito anti-inflamatório direto e mais importante, sem o efeito secundário dos corticoides.

Antioxidantes e anti radicais livres – O ozono é o único meio conhecido atualmente que tem a capacidade de estimular todas as enzimas antioxidantes encarregues da eliminação de radicais livres.


Germicida – Elimina e inativa todo o tipo de micro-organismos patogénicos tais como fungos, bactérias e vírus.


Imuno-modelador – O ozono estimula o sistema imunitário em doentes com imunossupressão ou doentes autoimunes.


Revitalizante – O ozono tem a capacidade de promover a recuperação funcional de numerosos pacientes afetados por patologias degenerativas.


Oxidantes e regenerador – O ozono aumenta a capacidade do sangue para absorver e transportar oxigénio melhorando a função circulatória e celular e promovendo a regeneração dos tecidos.

Quais os Efeitos Terapêuticos?

  • Regulação do stress oxidativo (aumenta os fatores anti-oxidantes e reduz os radicais livres de O2)
  • Modulação do sistema imunitário (ativação da produção de citoquinas inibidoras e estimuladoras)
  • Ação bactericida e germicida (formação do peróxido de hidrogénio e superóxido)
  • Aumento do metabolismo do O2
  • Modulação metabólica (glicose, proteínas e gorduras)
  • Analgésico (oxidação de mediadores da dor)
  • Anti-inflamatório (menor produção de mediadores inflamatórios)
  • Estimula a libertação de endorfinas
  • Estimula a regeneração tecidular (melhoria da microcirculação)

Técnicas de administração do Ozono

Tratamento Retal – Insuflação Rectal e Vaginal 

Um método inovador, indolor para o paciente, que mistura o oxigénio medicinal com o ozono que por sua vez é absorvido pela mucosa intestinal em segundos. Este procedimento de insuflação retal está direcionado para o tratamento inflamatório do intestino, fístula intestinal e Síndrome de fadiga, combate também os radicais livres, Acne e rendimento desportivo, potenciando o sistema imunitário. No caso da técnica por Insuflação Vaginal esta é indicada para infeções Urinárias, Candidíase e gonorreia.

Tratamento Auto-hemoterapia Maior

O processo passa por extrair sangue venoso que depois de tratado com Ozono medicinal é reintroduzido no paciente.

Esta técnica é especialmente aconselhada para pós quimioterapia, pois combate anemia, processos inflamatórios, Síndrome de Fadiga, doença de alzheimer e demência, Parkinson, colesterol e a diabetes.

Além dos mais, potencia o sistema Imunitário para revitalização geral. Por outro lado, é também particularmente útil para atletas de alta competição , e no tratamento de problemas circulatórios venosos e articulares.

Tratamento Auto-hemoterapia menor

O método é extrair sangue do paciente, tratá-lo com Ozono medicinal e administrar de forma intramuscular. Pode ser usado, por exemplo, em doenças alérgicas, asma, acne, processos inflamatórios. Além disso, é uma terapia adjuvante em pacientes com cancro.

Tratamento por Bolsoterapia – Insuflável 

O processo passa por introduzir um saco na zona infectada insuflando o mesmo com Ozono medicinal.

Bolsoterapia com Ozono, permite assim obter melhorias muito significativas no tratamento de situações clínicas de difícil resolução, nomeadamente, nas Ulceras Varicosas, Pé Diabético e Psoríase.

O Ozono pela sua capacidade regenerativa e oxigenante permite acelerar o processo de cicatrização e reduzir a morbilidade. Uma vez usado, sobretudo, em situações de extrema gravidade como estas, consegue-se resolver em algumas semanas situações que poderiam levar meses a serem resolvidas.

Assim, considerando o elevado número de pacientes com úlceras de perna e Pé Diabético, que acorrem diariamente aos Hospitais e Centros de Saúde e os custos que o seu tratamento implica, prolongando-se, muitas vezes, por meses e até vários anos, esta poderá ser uma excelente solução.

Por outro lado, a Ozonoterapia aplicada localmente com bolsa e em administração subcutânea, permite melhorar a microcirculação local com aumento do aporte de oxigénio aos tecidos, propiciando, portanto, a cicatrização de feridas crónicas, como as úlceras venosas.

Em resumo, a capacidade de proporcionar um perfil imunológico mais eficaz e a sua atividade bactericida, permitem que o ozono constitua uma terapêutica adjuvante aos pensos regulares, com resultados promissores e ausência de efeitos laterais.

Em conclusão, a ozonoterapia é uma terapêutica segura e apresenta poucas contraindicações. Da mesma forma que não interfere com a medicação habitual, não causa habituação!

Não hesite e contactar-nos para qualquer esclarecimento adicional.

Temos disponibilidade para administração do tratamento de ozonoterapia no domicilio nas zonas do Porto, Vila Nova de Gaia, Gondomar, Maia e Matosinhos.

Ozonoterapia – Eficaz no reforço do sistema imunitário!