Saiba qual o campo de actuação do Terapeuta da Fala

Saiba qual o campo de actuação do Terapeuta da Fala

E que tem um papel preponderante na reabilitação pós-AVC?

Apesar de lhe chamarmos “Terapia da Fala”, o seu campo de actuação é muito mais abrangente do que o nome revela. Não se baseando apenas na fala, mas acima de tudo no estudo, prevenção, avaliação, diagnóstico e tratamento de perturbações da comunicação e/ou linguagem. Aborda aspectos, tais como:

  • Função auditiva periférica e central;
  • Cognição;
  • Linguagem oral e escrita;
  • Fala (articulação, voz e ressonância);
  • Fluência;
  • Funções oro faciais (sucção, mastigação, deglutição, fonação, articulação e respiração).

Devido à evolução recente da profissão, às mudanças na sociedade a nível dos cuidados de saúde e inclusão social e aos avanços tecnológicos e científicos, a terapia da fala é considerada uma profissão dinâmica e em contínuo desenvolvimento!

Saiba qual o campo de actuação do Terapeuta da Fala

O Terapeuta da Fala, tendo como base de atuação a prática baseada na evidência, intervém com recém-nascidos, crianças, jovens, adultos e idosos.

Idealmente o terapeuta da fala deve integrar uma equipa pluridisciplinar/interdisciplinar, sempre em articulação com a família e com os diferentes contextos de vida do utente. Após avaliação inicial é
estabelecido um Diagnóstico Diferencial e elaborado o correspondente Plano Terapêutico.

Em resposta a uma das perguntas iniciais, no pós-AVC a terapia da fala visa maximizar a comunicação e reduzir as dificuldades linguísticas e motoras do discurso resultantes do acidente vascular cerebral. Em casos onde se observe disfagia (dificuldade em engolir) o terapeuta da fala intervém na reabilitação da capacidade de deglutição (engolir). Consequentemente na melhoria da sua qualidade de vida.

A intervenção com os recém-nascidos, particularmente em recém-nascidos de pré-termo ou de risco, passa pela estimulação precoce do sistema sensório motor oral. Tendo como objetivo minimizar sequelas, proporcionando uma boa qualidade de vida ao bebé. Mas o mais importante é termos sempre por base uma equipa interdisciplinar. Esta intervenção visa aspetos relacionados com a alimentação, com o desenvolvimento da comunicação/linguagem, mas principalmente com a relação pais/bebé.

Daniel Webster afirmou, um dia, que se perdesse todas as suas capacidades menos uma, escolheria ficar com a capacidade de comunicar, porque com ela depressa recuperaria tudo o resto. Esta afirmação mostra a importância da terapia da fala na maximização das potencialidades de reabilitação de cada um.

Uma vez que a intervenção terapêutica adequada apresenta um prognóstico tanto mais favorável quando mais precocemente for iniciada, não espere pelo dia de amanhã para procurar ajuda profissional!

https://www.facebook.com/133461553953603/videos/767738287075124/
Facebook Live – O papel do Terapeuta da Fala em diferentes contextos
https://www.aptf.org/reas-de-interveno

Saiba qual o campo de actuação do Terapeuta da Fala: https://www.aptf.org/reas-de-interveno